Homens também podem ter candidíase?

A candidíase é frequentemente associada a mulheres, mas você sabia que os homens também podem ser afetados por essa infecção? Neste artigo, exploraremos a candidíase masculina, seus sintomas, causas e a importância do acompanhamento de um urologista para diagnóstico e tratamento precisos.

Sumário

O Que é Candidíase Masculina?

A candidíase é uma infecção fúngica causada pelo crescimento excessivo do fungo Candida. Embora seja mais comum em mulheres, homens também podem desenvolver essa infecção em áreas úmidas e quentes do corpo, como a região genital. A candidíase masculina ocorre quando há um desequilíbrio na flora natural da pele e mucosas, permitindo que o fungo se multiplique.

 

Sintomas da Candidíase Masculina

Os sintomas da candidíase masculina podem variar, mas frequentemente incluem:

  • Coceira intensa na região genital;
  • Vermelhidão e irritação na pele;
  • Sensação de queimação ao urinar;
  • Pequenas lesões vermelhas ou erupções cutâneas;
  • Secreção branca semelhante a queijo cottage sob o prepúcio.

A presença desses sintomas não deve ser ignorada e pode indicar a necessidade de avaliação médica.

 

Causas da Candidíase Masculina

A candidíase masculina pode ser desencadeada por diversos fatores, incluindo:

  • Uso prolongado de antibióticos;
  • Diabetes descontrolada;
  • Imunossupressão;
  • Higiene inadequada;
  • Roupas apertadas e úmidas;
  • Relações sexuais desprotegidas.

 

Diagnóstico da Candidíase Masculina

O diagnóstico preciso da candidíase masculina requer avaliação médica. O urologista realizará um exame físico detalhado e, se necessário, poderá coletar amostras da área afetada para análise laboratorial. A identificação correta do fungo Candida é fundamental para o tratamento adequado.

 

Tratamento da Candidíase Masculina

O tratamento da candidíase masculina envolve medidas antifúngicas, que podem incluir:

  • Uso de cremes ou pomadas antifúngicas prescritos pelo médico;
  • Medidas de higiene cuidadosa, como manter a área limpa e seca;
  • Uso de roupas íntimas de algodão e folgadas para permitir a ventilação;
  • Evitar relações sexuais até a completa resolução dos sintomas.

É fundamental seguir as orientações do profissional de saúde para garantir uma recuperação eficaz e prevenir recorrências.

 

Qual é o Risco de Não Tratar a Candidíase Masculina?

Ignorar os sintomas da candidíase masculina pode ter consequências mais sérias do que simples desconforto. A infecção pode se espalhar para outras áreas do corpo, agravar os sintomas e tornar o tratamento mais complexo. Além disso, a candidíase não tratada pode aumentar o risco de transmissão para parceiros sexuais.

 

Importância do Urologista no Tratamento

O urologista desempenha um papel crucial no diagnóstico e tratamento da candidíase masculina. Sua expertise médica permite diferenciar a candidíase de outras condições similares e desenvolver um plano de tratamento personalizado. Além disso, o urologista pode orientar sobre medidas preventivas e avaliar a saúde geral do paciente para identificar possíveis fatores contribuintes.

Gostou? Assista o video ao lado para saber mais!

Dr. Eufanio Estefano Saqueti

Médico Urologista

CRM-PR 17.336 | RQE 12584 • 12585

Precisa conversar com um especialista?

Leia também…